A Bruxa

  • The Witch

  • Estreia:
    03/03/2016
  • Estreia DVD:
    06/07/2016
  • Gênero:
    Suspense, Terror

  • Duração:
    90 min.
  • Origem:
    Estados Unidos, Canadá
  • Direção:

    Robert Eggers

  • Roteiro:

    Robert Eggers

  • Distribuidor:

    Universal Pictures do Brasil

  • Classificação:
    16 anos
  • Ano:
    2016
3 votos
12 votos
7 votos
30 votos

Sinopse

Situado na Nova Inglaterra, no ano 1630, a história é narrada pela jovem Thomasin (Anya Taylor-Joy). Depois que sua família se muda para uma nova casa na floresta, coisas estranhas começam a acontecer: animais tornam-se malévolos, a plantação morre e uma criança desaparece inexplicavelmente. Desconfiados, os membros da família acusam a adolescente de praticar feitiçaria.

Curiosidades

  • O filme foi exibido no Festival de Sundance 2015 e rendeu a Roger Eggers o prêmio de melhor diretor de filme dramático americano. 
  • A crítica ficou bastante animada com o filme e fez comparações com produções como O Exorcista (1973) e O Iluminado (1980).
  • Este é o primeiro longa-metragem dirigido por Roger Eggers.
  • A atriz Kate Dickie, mais conhecida por seu papel como Lisa Arryn em Game of Thrones, está no elenco.
  • Também está no elenco o ator Julian Richings, que interpreta a Morte na série Supernatural.
  • O filme será exibido no Festival Internacional de Cinema de Toronto em setembro.

Elenco

  • Bathsheba Garnett
  • Ellie Grainger
  • Harvey Scrimshaw
  • Jeff Smith
  • Lucas Dawson
  • Madlen Sopadzhiyan
  • Ron G. Young
  • Sarah Stephens
  • Viv Moore
  • Wahab Chaudhry

Assistir Trailers e Comerciais



Comentários (19)

Deixar um comentário


Enzo Ferraz comentou: Na verdade a minha nota é 8 Nota 8 1 mês atrás | Responder

Enzo Ferraz comentou: A Bruxa é um filme grotesco diferente de todos filmes de terror que você provavelmente costuma ver,talvez isso seja a explicação para ser rejeitados por muitos pseudo fãs do terror,mas quem conhece cinema de verdade sabe que esse filme é perturbador e assustador de verdade caso você pense o que ele representa em toda sua complexidade, vir e fiquei impressionado com a qualidade desse longa metragem aclamado pela crítica e comparado com filmes como O Exorcista, O Bebê de Rosemary e O Iluminado,e isso é por um motivo ele é um dos melhores em meio à esse monte de produções apelativas e sangrentas atuais,em uma concorrência fraca merece mesmo um destaque,não é para qualquer um,precisa entender assim como críticos especializados como eu sou, mas se você é do tipo que ama o Massacre da Serra Elétrica e Anabelle e na sua opinião só aquilo é horror de "verdade", sem dúvidas essa história não é pra você Nota 10 1 mês atrás | Responder

Henrique Klein comentou: A Bruxa tem seus méritos, mas é um tipo de filme que não consegue agradar qualquer espectador. E no meu caso, não conseguiu. Nota 4 26/08/2016 | Responder

Centoundici Solo comentou: Vi muitas críticas semelhantes repudiando e desprezando o conteúdo audio visual do filme como um todo. Pois o grande erro que vi, foi o filme ter se vendido na midia como um horror genuíno, o que não oferece na tela. Aprecio a sétima arte como um todo, mas fui pronto pra ver um filme de horror, e me decepcionei com isto. Quanto a dizerem aquele texto tolo: "porque vc está acostumado com clichês..." sinto muito, mas realmente, cinema de horror é baseado em alguns clichês necessários, senão não seria cinema de horror, seria uma obra de arte audio visual com conteúdo reflexivo e filosófico. Se vou ao cinema pra levar sustos, e não levo nenhum, me sinto no direito de dizer que o filme foi ruim pra mim. Se fosse ao cinema pronto pra ver um filme esteticamente bem feito e ambientado, como pano de fundo os questionamentos a respeito de religiosidade e crença, discutindo conflitos ideológicos e um roteiro focando nas discussões sociológicas e buscando reflexão interior nas próprias crenças e conceitos, daí sairia talvez satisfeito em vários aspectos. É isso. Nota 6 05/07/2016 | Responder

Peterson Altavino comentou: como não da para dar zero dei um mas na verdade é -0 este filme uma tremenda porcaria ja vi alguns filmes de vampirismo ou licantropia que sim foi algo bastante interessante mas agora tenho que pedir desculpa aos europeus nossa ja podia imaginar que eram americanos a indústria de filmes de terror americano esta morta ha muito tempo ja torrou ja encheu o saco filmes de rituais e tudo mais deu não gosto e nunca gostei desse tipo de filme e tenho certeza que a pessoa que conhece filme de terror jamais ira gostar de um filme que fala desde o inicio que não adianta na (cabeça desse povo) ter fé e que a mulher não pode ser uma mulher normal e sim tem que ter um pacto com o coisa ruim nossa gente que filme ruim sem emoção sem tensão o final mostra que a sociedade esta bem maluca com seus cultos Nota 1 20/06/2016 | Responder

Jéssica Thiago comentou: pessimo filme Nota 1 12/06/2016 | Responder

Arion Andrade comentou: Filme excepcional!
Quem não gostou do filme é porque esperava os mesmo clichês de sempre: sangue, sexo, violência, brutalidade, fantasmas, demônios...
E o filme mostra exatamente o contrário, que é possível fazer um filme de suspense/terror/ drama sem recorrer ao óbvio. Esse é um daqueles filmes feitos para quem entende de cinema e aprecia um bom filme.
Nota 9 11/05/2016 | Responder

rosa rocha comentou: um lixo ! Nota 1 05/04/2016 | Responder

Lucas Souza comentou: Dei nota um pq nao tinha zero... Falta de respeito levar ao cinema um filme tão ruim, ridículo sem noção , podre d+... Pior filme da historia , esperei por uma cena boa e quando vi acabou Nota 1 30/03/2016 | Responder

Monique Temponi comentou: O filme é uma porcaria... ridículo. Esperei o tempo todo por uma cena que pudesse causar pelo menos um arrepio e quando percebi o filme havia acabado. Achava que já tinha visto um filme tão ruim, mas esse ganhou disparado.... Nota 1 25/03/2016 | Responder

Wilken Vieira comentou: Se o trailer dava uma sensação de macabro o filme é praticamente a mesma coisa, o visual é assustadoramente incrível, aquela sensação de esquecimento e isolação é angustiante, e a trilha sonora é incrivelmente tensa. A Bruxa é um filme interessante, não é um filme que assusta ou mostra cenas de violência para prender a atenção do público, mas também não é pra todo mundo, quem pensa que é aqueles terror sanguinolentos, esquece, A Bruxa é muito mais que um filme de terror clichê que o cinema americano tem apresentado nos últimos anos. Nota 8 12/03/2016 | Responder

Felipe Mello comentou: Ao abordar o tema do sobrenatural, Eggers contrói um filme extremamente cru e realista, onde a religião ganha vida pela personificação do mau que se reflete em nossas escolhas e quem realmente somos. Um filme importante para um gênero desgastado. Nota 10 11/03/2016 | Responder
Felipe Mello respondeu: Nota Atual: 9 12/03/2016


Arthur Ribas Soares comentou: Entrou para o meu "Top Five" de piores filmes que eu já vi na minha vida. Com o agravante de ter desembolsado 23 reais para vê-lo. Minha noiva dormiu no cinema, várias pessoas deram gargalhadas durante o filme. Eu juro que tentei me concentrar e procurar algo de bom, mas nada escapou, simplesmente NADA. O filme é tão ruim, mas TÃO ruim que eu fiz questão de fazer um cadastro no site, só para avisar quem tiver interesse, para não assistir. Não gaste dinheiro. Ao sair do cinema o meu único pensamento era "Perdi duas horas da minha vida..." Nota 1 09/03/2016 | Responder
Bruno Vasconcelos respondeu: Talvez pq vc curta filminhos clichê 11/03/2016

Wagner R. Almeida respondeu: Se vc sai com mulheres e não gosta, vai me dizer para não perder meu tempo e sair com homens? tá de sacanagem!? Não seria melhor dizer apenas que não gostou e pronto? Quer mesmo mandar em quem ainda não viu? 22/03/2016

Eber respondeu: Kkk vdd Tmj pior filme q já vi muito arrependimento por ter gasto 22reaus pra ver isso 26/03/2016

Centoundici Solo respondeu: Vi muitas críticas semelhantes. Pois o grande erro que vi, foi o filme ter se vendido na midia como um horror genuíno, o que não oferece na tela. Aprecio a sétima arte como um todo, mas fui pronto pra ver um filme de horror, e me decepcionei com isto. Quanto a dizerem aquele texto tolo: "porque vc está acostumado com clichês..." sinto muito, mas realmente, cinema de horror é baseado em alguns clichês necessários, senão não seria cinema de horror, seria uma obra de arte audio visual com conteúdo reflexivo e filosófico. Se vou ao cinema pra levar sustos, e não levo nenhum, me sinto no direito de dizer que o filme foi ruim pra mim. Você está certíssimo. 05/07/2016


Enzo Ferraz comentou: ..... Nota 10 21/02/2016 | Responder

Enzo Ferraz comentou: ..... Nota 10 21/02/2016 | Responder

Enzo Ferraz comentou: .... Nota 10 21/02/2016 | Responder

Nico Gaspodini comentou: vai se da quele tipo bom Nota 9 07/02/2016 | Responder

Joao paulo comentou: parece q vai ser bom ... Nota 6 02/02/2016 | Responder

wesley wfb comentou: Não Quero Ver Nota 1 11/12/2015 | Responder