Publicada em 11/10/2016 às 12:15

Comente


13 personagens infantis que roubam a cena dos adultos

 
Muitas crianças começam cedo a trabalhar como atores, revelando encanto, carisma e força nas telas do cinema e da televisão. O grande exemplo de sucesso foi Shirley Temple, que arrancou sorrisos em musicais e lágrimas em dramas como A Princesinha (1939). No Brasil, Selton Mello, que iniciou a carreira aos 9 anos, hoje é um dos nomes mais importantes do cinema, seja atuando ou dirigindo.
 
Em território estrangeiro, muitos nomes surgiram e acabaram desaparecendo. Na verdade, são poucos os atores mirins que conseguem manter a longevidade e o prestígio na carreira. Um bom exemplo é o galês Christian Bale, que começou a trabalhar aos 12 anos, despontando no drama de guerra Império do Sol (1987). Hoje ele é um dos astros mais badalados, alternando filmes de ação como os da trilogia Batman, dramas como O Vencedor, pelo qual venceu o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante, e comédias como A Grande Aposta (2015).
 
                          Christian Bale em cena de Império de Sol e Batman Begins
 
Ao longo da história, muitos atores mirins chamaram atenção com papéis cativantes e emocionantes e muitas vezes mostrando talento maior do que muita gente grande. Por isso, o Cinema10 relembra agora 13 personagens infantis que roubam a cena dos adultos.

Jack em O Quarto de Jack (2015)

 
O personagem-título é interpretado pela revelação Jacob Tremblay, que em 2016 completou 10 anos. Na trama, ele e a mãe (Brie Larson) vivem há anos em um quarto pequeno com uma claraboia, seu único contato com o mundo exterior. É nesse quarto que o menino nasceu e de onde nunca saiu. Mas a criança tem a chance de desbravar aquilo que nunca conheceu e o choque com o mundo real é implacável tanto para ele quanto para a mãe.
 
Tremblay é de uma força tremenda na tela e seu personagem é o ponto de lucidez e esperança que a mãe tanto precisa para manter os dois vivos. Infelizmente, Tremblay acabou não tendo sua merecida indicação ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante. Mas ele ainda tem muita estrada pela frente e muitas oportunidades!
 
Saiba mais sobre O Quarto de Jack e outras produções sobre crianças!
 

(Quarteto de Stranger Things: Mike, Onze, Dustin e Lucas)

 
Na série já cult da Netflix Stranger Things são as crianças que brilham na trama misteriosa. O garoto Will desaparece e seus amigos, Mike (Finn Wolfhard),  Dustin (Gaten Matarazzo) e Lucas (Caleb McLaughlin), tentam encontrá-lo a todo custo. Nessa busca, o trio conhece a menina Onze (Millie Bobby Brown), dotada de superpoderes e que pode ajudar a descobrir o paradeiro de Will. 
 
A delicada relação que surge entre Mike e Onze, o humor de Dustin e a braveza de Lucas são a receita para cativar o público. Os atores tiveram trabalhos anteriores em outras séries e seus ótimos desempenhos em Stranger Things lembram muito os inesquecíveis elencos mirins de sucessos dos anos 80 como E.T. - O Extraterrestre e Os Goonies (1985). A 2ª temporada da produção já teve o sinal verde. Só não foi confirmado ainda se Millie retorna na pele de Onze.
 
Saiba mais sobre Stranger Things e outras produções sobre crianças!
 

Hushpuppy em Indomável Sonhadora (2012)

 
A menininha Hushpuppy (Quvenzhané Wallis) parece uma gigante na tela. Mesmo frágil, diante da dura realidade em que vive, ela é uma rocha. A garota vive com o pai na chamada Banheira, região às margens de um rio de Nova Orleans, arrasada após o furacão Katrina. O pai dela está doente e prepara Hushpuppy para o mundo antes dela ficar órfã.
 
Nesse aprendizado, a menina usa a imaginação para enfrentar o que surgir de forma corajosa. Por esse longa, Wallis foi indicada ao Oscar de Melhor Atriz. A estrelinha está com 13 anos e depois apareceu nos filmes 12 Anos de Escravidão (2013), Annie (2014) e Pais e Filhas (2015).
 
 

Ray em Jerry Maguire: A Grande Virada (1996)

 
No longa, Ray (Jonathan Lipnicki) é um menininho fofo, filho da mãe solteira Dorothy Boyd (Renée Zellweger). Ela trabalha com o agente esportivo em crise existencial Jerry Maguire (Tom Cruise). Ele e Dorothy acabam se aproximando e Ray também vai conquistando o coração de Jerry, com suas filosofias sobre quanto pesa uma cabeça, por exemplo.
 
Há ótimas cenas com Lipnicki e em uma delas, seu personagem serve de psicólogo para um Jerry bêbado. O melhor momento é quando Ray atende o celular de Jerry e conversa com o tagarela jogador Rod (Cuba Gooding Jr.) para depois desligar na cara dele. Após Jerry Maguire, Lipnicki acabou não conseguindo nenhum outro grande papel e hoje, aos 25 anos, tem se enveredado pelo cinema independente em papéis coadjuvantes.
 
 

Cole Sear em O Sexto Sentido (1999)

 
“Eu vejo pessoas mortas”. Quem não se apavorou quando o menino Cole Sear (Haley Joel Osment) revela isso ao seu psicólogo, Malcolm Crowe (Bruce Willis)? Era para Cole ser um garoto normal, mas vive assustado por ter essas visões. Malcolm tenta ajudá-lo a lidar com essa situação, no entanto, nem imagina a outra grande revelação que Cole tem para ele. O Sexto Sentido é o melhor filme da carreira de Osment, que por esse longa foi indicado ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante. Ele está com 28 anos e chegou a fazer bons trabalhos em A Corrente do Bem (2000) e A.I.: Inteligência Artificial (2001). Atualmente, o ator tem trabalhado com o diretor Kevin Smith como no bizarríssimo A Presa (2014).
 
Saiba mais sobre O Sexto Sentido e outras produções sobre crianças!
 

Christopher em À Procura da Felicidade (2006)

 
O garoto Christopher (Jaden Smith) descobre cedo o lado difícil da vida. Sua mãe lhe abandonou e agora só tem o pai, Chris Garner (Will Smith). Este é um homem batalhador, mas perde o emprego e é despejado. Sem dinheiro, a única saída dos dois é dormirem em abrigos e quando a situação aperta, pai e filho vão para a rua. A cena em que eles se refugiam num banheiro é de partir o coração. São nesses momentos duros, que Chris mostra para o filho que nunca se deve desistir dos sonhos e que é possível dar a volta por cima. Jaden, hoje com 18 anos, fez sua estreia no cinema com À Procura da Felicidade e depois repetiu a parceria com o pai, Will Smith, no pavoroso Depois da Terra (2013). Mas fez sucesso na nova versão de Karate Kid (2010).
 
 

Rita em Avenida Brasil (2012)

 
Na novela Avenida Brasil, a garota Rita (Mel Maia) tem um pai que ama muito, mas sofre nas mãos da madrasta, Carminha (Adriana Estevez). A mulher mata o marido e faz o amante, Max, abandonar Rita num lixão. Anos mais tarde ela retorna para se vingar. Mel foi a grande revelação de 2012 com seu jeito meigo e verdadeiro na hora de mostrar os sentimentos de sua personagem. Difícil foi segurar o choro na cena em que ela é deixada no lixão, desesperada, correndo atrás do carro de Max. A atriz mirim de 12 anos seguiu surpreendendo nas novelas Joia Rara (2013), Além do Tempo (2015) e Liberdade, Liberdade (2016) e tem tudo para seguir longa carreira na televisão e também no cinema.
 
Saiba mais sobre Avenida Brasil e outras produções sobre crianças!
 

Kevin em Esqueceram de Mim (1990)

 
Clássico natalino acompanha as peripécias do menino Kevin (Macaulay Culkin). Ele fica de castigo e é obrigado a dormir no sótão. No dia seguinte, a família está atrasada para a viagem que vão fazer a Paris, onde passará o Natal. Na correria, ninguém lembra de chamar Kevin, que tem de passar o feriado sozinho. Aí entra em cena todo carisma de Culkin na fase da trama em que seu personagem enfrenta dois ladrões, que tentam invadir a sua casa. O ator ainda fez a continuação Esqueceram de Mim 2 - Perdido em Nova York (1992) e o fofo romance Meu Primeiro Amor (1991). Com 36 anos, Culkin se dedica ao cinema independente e faz participações esporádicas em séries.
 
Saiba mais sobre Esqueceram de Mim e outras produções sobre crianças!
 

Olive em Pequena Miss Sunshine (2006)

 
A garota Olive (Abigail Breslin) é gordinha, usa óculos e para seu choque é chamada para participar de um concurso de beleza. Sua família lhe apoia e decide levá-la para a competição. O avô se torna coreógrafo para o grande show que ela terá de fazer no palco. Ao som de “Super Freak”, de Rick James, uma música nada infantil que fala sobre uma garota muito safada, Olive faz uma apresentação divertida e selvagem. Mas seu brilho vai além dessa sequência. Em todo o filme é essa personagem que rouba a atenção com seu jeito delicado, tentando entender o que se passa com cada membro do clã. Breslin foi indicada ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante e aos 20 anos tem feito diversos filmes e interpreta a nada adorável Chanel #5 na série Scream Queens.
 
 

Joey em Os Brutos Também Amam (1963)

 
O ator Brandon De Wilde ficou eternamente lembrado pelo seu tocante trabalho na pele do garoto Joey no faroeste Os Brutos Também Amam. Seu desempenho até lhe rendeu uma indicação ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante, aos 11 anos. Na trama, o pistoleiro Shane começa a trabalhar para um fazendeiro e sua destreza com a arma chama a atenção do filho do dono da propriedade, Joey, que passa a ter muita afeição pelo cowboy. É praticamente uma relação de pai e filho e as lágrimas rolam quando Shane decide ir embora, para desespero do pequeno Joey.
 
 
 
Por Vanessa Wohnrath

Mais matérias...

Comentários (0)

Deixar um comentário


Nenhum comentário, ainda. Seja o primeiro a comentar!