Akira: George Miller recusa convite da Warner para dirigir o remake

Publicada em 09/10/2015

Comente


George Miller não será o diretor de 'Akira' (Foto: Montagem Cinema10)
 
Em entrevista ao site Yahoo!, o diretor George Miller, conhecido pela franquia Mad Max, recusou um convite do estúdio Warner para comandar o remake em live action do filme Akira.
 
Miller contou que a falta de tempo foi o principal motivo para a recusa. Atualmente, o diretor está focado no remake de Mad Max. O primeiro filme da trilogia, Mad Max: Estrada da Fúria, estreiou em maio deste ano, tendo sido bem recebido pela crítica especializada e por fãs.
 
"Havia uma discussão sobre isso, mas eu tenho agora muitas coisas em minha agenda, eu não tenho tempo para fazer tudo", contou George Miller.
 
O nomes de Jaume Collet-Serra e de Christopher Nolan também foram cogitados pela Warner Bros. para desenvolver o remake. Mas, Nolan já está trabalhando em uma série de projetos, e Collet-Serra parece não querer um novo trabalho.
 
Criado no Japão por Katsuhiro Otomo, Akira foi inicialmente desenvolvido em mangá e se tornou um clássico cyberpunk. No Brasil, tornou-se popular como um longa metragem de animação.
 
O longa, lançado em 1988, gira em torno de uma gangue de amigos em um mundo futurista devastado pela III Guerra Mundial. Após um incidente com uma criança dotada de poderes psíquicos, um dos integrantes do grupo sofre uma mutação, ganhando poderes que o torna incontrolável.
 
O remake de Akira foi projetado pela Warner Bros. para ser uma trilogia em live action, tendo sido cancelada por diversas vezes devido a cortes no orçamento.
 
Embora apenas haja especulações sobre seus atores e a equipe de gravação, sabe-se que Marco Ramirez, que já trabalhou nas séries Sons of Anarchy e Orange Is The New Black, foi contratado ser o roteirista.
 
Saiba mais sobre o original Akira ou confira a nossa lista de filmes de animação.
 
por Rosa Felix

Comentários (0)

Deixar um comentário


Nenhum comentário, ainda. Seja o primeiro a comentar!