Patty Jenkins fecha acordo histórico para diretoras no cinema americano

Publicada em 11/09/2017

Comente



Patty Jenkins dirige Gal Gadot
 
A diretora Patty Jenkins fechou o acordo e finalmente assinou contrato para dirigir a sequência de Mulher-Maravilha. Segundo o site Variety, o valor que Jenkins vai receber pela sequência não foi divulgado, mas está na casa dos US$ 8 milhões para escrever o roteiro, produzir e dirigir o longa.
 
Ela se torna então a diretora mais bem paga da história do cinema. Além do salário, ela vai receber parte do lucro do filme. O valor não é novidade para os diretores, mas para mulheres, é uma quantia histórica e deve influenciar negociações com diretoras daqui pra frente. 
 
Embora estivesse confirmada, Jenkins demorou a "fechar negócio" porque uma das exigências dela, segundo o site Deadline, era receber o mesmo salário que um homem receberia se estivesse em sua posição.
 
Ou seja, a posição de responsável por um filme de extremo sucesso, tanto de crítica quanto de público. Sabe-se que diretores de adaptações de quadrinhos recebem entre US$ 1,5 milhão e US$ 3 milhões, com exceções para diretores como Zack Snyder, que recebeu US$ 10 milhões por Liga da Justiça (mesmo não tendo finalizado o filme por motivos pessoais).
 
Mulher-Maravilha arrecadou até agora US$ 813 milhões no mundo todo. A sequência estreia dia 13 de dezembro de 2019. 
 
O filme conta a história de Diana, princesa das Amazonas, um grupo de guerreiras místicas que vivem em paz na Ilha Paraíso. Quando Steve Trevor, um piloto americano, cai em sua ilha, ela resolve ajudá-lo a parar uma guerra que devasta o mundo fora de sua casa, descobrindo e usando seus poderes.
 
 
Saiba mais sobre Mulher-Maravilha ou veja nossa seção de filmes de aventura.
 
Por Fabíola Cunha

Comentários (0)

Deixar um comentário


Nenhum comentário, ainda. Seja o primeiro a comentar!