Um Olhar do Paraíso

Publicada em 19/02/2010 às 18:19

Comente


Um olhar do paraíso

Em dezembro 1973, no subúrbio de uma pacata cidade de Norristown, na Pensilvânia, vive a adorável Susie Salmon (Saoirse Ronan), uma adolescente de 14 anos que se diverte com sua máquina fotográfica e começa a sentir o amor florescer por Ray Singh (Reece Ritchie), um rapaz que conheceu na escola. Ela acredita que o seu primeiro beijo será com Ray e nunca poderia imaginar que o estranho e solitário George Harvey (Stanley Tucci) a observava com planos mirabolantes para dar um fim na sua vida. Numa história que transita entre o ódio e as consequências que a morte causa em uma família, o diretor Peter Jackson (trilogia O Senhor dos Anéis) apresenta a tragédia "Um Olhar do Paraíso" (The Lovely Bones - 2009), adaptação do drama de Alice Sebold e que no Brasil foi lançado com o nome de "Uma Vida Interrompida".

Harvey é um cara assustador e depois de muita bajulação, consegue atrair a jovem para uma armadilha que criou no meio do milharal. Ele estupra e assassina Susie (as ações são mostradas em rápidos flashbacks), que fica perdida em um estágio intermediário entre a terra e o céu, de onde observa o drama que as pessoas mais próximas começam a passar. Sua mãe Abigail (Rachel Weisz) deixa o quarto da filha intacto, enquanto o seu pai Jack (Mark Wahlberg) não se conforma quando o investigador Len Fenerman (Michael Imperioli), resolve encerrar o caso sem respostas. A única pessoa que consegue aos poucos levantar o astral de todos é a avó Lynn (Susan Sarandon). Um ano após, Jack e a sua outra filha, Lindsey (Rose McIver) resolvem bancar os detetives e desconfiam que Harvey é o autor do crime. Simultâneo a isso, o eterno pretendente Ray fica vagando junto com a colega Ruth Conners (Carolyn Dando), uma gótica que por alguns instantes serve como ligação sobrenatural com a protagonista.

Jackson construiu um arrojado e complexo retrato de uma família caindo aos pedaços enquanto o sombrio serial killer passa despercebido, e já começa a pensar em outro crime, tudo sob o olhar da vítima, só que de um outro plano. Para ajudá-lo, além do uso de imagens fantásticas e deslumbrantes, o diretor contou com um elenco versátil e atuações poderosas encabeçado pelo trio principal: Ronan é notável como uma jovem que prematuramente teve seus sonhos podados e que deseja justiça, Wahlberg é o desesperado e determinado a encontrar as respostas, e Tucci, sem dúvida no melhor papel de sua vida, é aterrorizante vê-lo como um homem com seus impulsos incontroláveis.

Saiba mais sobre o filme Um Olhar do Paraíso.

Por Jean Garnier.

Comentários (0)

Deixar um comentário


Nenhum comentário, ainda. Seja o primeiro a comentar!