Boyhood - Da Infância à Juventude

Poster do filme Boyhood - Da Infância à Juventude
  • Boyhood

  • Estreia: 30/10/2014
  • Estreia DVD: 24/03/2015
  • Gênero: Drama

  • Duração: 165 min.
  • Origem: Estados Unidos
  • Direção: Richard Linklater
  • Roteiro: Richard Linklater
  • Distribuidor: Universal Pictures do Brasil
  • Classificação: 12 anos
  • Ano: 2014
2 votos
12 votos
3 votos
7 votos
2 votos

Sinopse

Mason (Ellar Coltrane) tem sua vida acompanhada entre os 6 e 18 anos, da infância. Quando chega na adolescência ele vive no Texas com sua irmã e os pais divorciados. O pai (Ethan Hawke), aparentemente é mais infantil que o próprio menino, enquanto a mãe (Patricia Arquette) luta para terminar seus estudos e vive se apaixonando por homens errados.

Curiosidades

  • Boyhood - Da Infância à Juventude venceu o Oscar 2015 de Melhor Atriz Coadjuvante (Patricia Arquette) e foi indicado nas categorias Melhor Filme, Diretor (Richard Linklater), Ator Coadjuvante (Ethan Hawke), Roteiro Original e Edição.
  • O longa faturou o Globo de Ouro 2015 de : Melhor Filme de Drama, Melhor Diretor (Richard Linklater) e Melhor Atriz Coadjuvante (Patricia Arquette).
  • levou doze anos para ser filmado.
  • O diretor Richard Linklater contratou Ellar Coltrane quando ele tinha apenas seis anos de idade, em 2002.
  • Durante mais de uma década, todo o elenco se reunia em períodos de três a quatro dias por ano para as filmagens, que terminaram apenas em 2013.
  • O longa venceu três prêmios no Festival de Berlim de 2014, incluindo o Urso de Prata de Melhor Diretor para Richard Linklater.
  • Boyhood - Da Infância à Juventude teve um orçamento de US$ 2,4 milhões.

Elenco

  • Marco Perella
  • Bonnie Cross
  • Elijah Smith
  • Jamie Howard
  • Libby Villari
  • Steven Chester Prince

Assistir Trailers e Comerciais



Comentários (9)

Deixar um comentário


Felipe Mello comentou: Depois de sua trilogia com o casal Jesse e Celine, Linklater que tinha se firmado como um doce observador e artesão do tempo, acabou desperdiçando uma boa história para se centralizar num protagonista irritante. Decepcionante! Nota 3 Responder

Sandro Pimentel Martins comentou: Filme com um projeto interessante e bem produzido, boas atuações do elenco, mas não tem uma trama é apenas o dia a dia, achei artificial e longo demais. Está mais para um documentário. Destaque para a bela trilha sonora!!! Nota 5 Responder

ASR comentou: Filme bem simples, porém bem dirigido e desenvolvido mostrando ao telespectador bem resumidamente à infância e juventude de uma criança até a chegada à faculdade, nada é esquecido pelo diretor que filmou tudo que uma criança e um adolescente passam na vida, seus conflitos, medos, decepções, amizades, amores, confusões e conquistas. Seu grande destaque na minha opinião vai para a originalidade do filme que levou 12 anos para ser concluído com os mesmos atores. Nota 7 Responder

Mauricio Diniz comentou: Adorei Boyhood.
O filme começa e já estamos inseridos no cotidiano da família.
O filme é muito natural e a passagem do tempo muito bem conduzida.
O único ponto "fora da curva" foi a cena do restaurante, mas nada que comprometa o longa.
O filme é o retrato da simples complexidade que é a vida.
Nota 10 Responder

Onécimo Fiuza comentou: O filme ganhará muitos prêmios pelo projeto mas é muito, muito fraco, e para um filme sobre o tempo posso afirmar que é tempo desperdiçado. Nota 3 Responder

Henrique Klein comentou: O filme começa bem. A ideia de gravar algumas cenas todo ano durante um bom tempo já desperta a curiosidade do público. Se já não bastasse, Boyhood ainda surpreende com muitas coisas, como por exemplo as modas e dificuldades do início do século XXI. Podemos dizer que até o meio do filme, está realmente esplendido, porém, ao decorrer do filme, as coisas pioram um pouco, e não vemos mais aquele mesmo filme que estávamos vendo. É claro, o tempo passa, 12 anos gravando não é nada fácil. Mesmo assim, o filme tem boas situações, voltamos no tempo, relembramos alguns fatos, nos divertimos com a história e ficamos cada vez mais empolgados. Só que isso não acontece a partir da metade do filme. Para concluir, tudo isso significa que o filme é válido, pois é bem natural, o problema é que são 3 horas de filme e esperamos um final mais inovador (não que o final seja ruim, longe disto). Então, aplaudimos de pé o diretor Richard Linklater por seu grande trabalho, pois afinal, Boyhood precisa ser visto. Nota 8 Responder

Mauricio Diniz comentou: Um projeto ambicioso.
Quero muito ver...
Nota 10 Responder

Wesley.LDDS comentou: não quero ver... Nota 1 Responder

André Sebastião comentou: parece interresante esse Nota 6 Responder