Glória Feita de Sangue

Poster do filme Glória Feita de Sangue
  • Paths of Glory

  • Estreia: 25/07/1957
  • Gênero: Drama, Guerra

  • Duração: 88 min.
  • Origem: Estados Unidos
  • Direção: Stanley Kubrick
  • Roteiro: Calder Willingham, Stanley Kubrick
  • Distribuidor: Fox Filmes
  • Classificação: -
  • Ano: 1957
3 votos
3 votos
0 voto
3 votos
6 votos

Sinopse

Da segurança de um castelo atrás das linhas de combate, o Quartel General francês passa uma ordem direta para o Coronel Dax (Kirk Douglas): tomar uma posição inimiga a qualquer custo. Uma missão totalmente suicida, e um ataque destinado ao fracasso. Para dar cobertura a seu erro fatal, os Generais ordenam a prisão de três soldados inocentes, acusando-os de covardia e motim. Dax, advogado na vida civil, se rebela em defesa dos homens, mas logo percebe, que a menos que consiga provar que os Generais foram os culpados, será necessário um milagre para salvar seus clientes do esquadrão de fuzilamento. Uma impressionante obra de arte do diretor/escritor Stanley Kubrick e dos roteiristas Calder Willingham e Jim Thompson, Glória Feita de Sangue é uma dolorosa acusação sobre a política militar e "uma experiência cinematográfica inesquecível" (Newsweek).

Elenco

  • Adolphe Menjou
  • George MacReady
  • James B. Harris
  • Ralph Meeker
  • Timothy Carey

Assistir Trailers e Comerciais

Imagens e Fotos



Comentários (5)

Deixar um comentário


Henrique Klein comentou: Toda a essência de Kubrick é transmitida de forma magnífica ao término do filme, porém - mesmo com uma curta duração, o drama é exaustivo demais. Nota 7 Responder

Kahiky Ferreira Nascimento comentou: é uma especie de docidrama com uma grande atuação de kirk douglas Nota 8 Responder

Wilken Vieira comentou: Vamos ver. Nota 1 Responder

Mister 10 comentou: belo filme,ótimo,estar dificil escrever em palavras,porque o filme é 10! Nota 10 Responder

Felipe Mello comentou: A mensagem passada por Kubrick, sobre sua visão da primeira guerra mundial e sobre o ser humano dentro da guerra e dentro de sua pátria, penetra nas reflexões do espectador e o faz pensar mais sobre a vida e a morte. Nota 10 Responder