O Poderoso Chefão: Parte 2

Poster do filme O Poderoso Chefão: Parte 2
13 votos
27 votos
4 votos
19 votos
7 votos

Sinopse

Na segunda parte da saga da família Corleone, que terminou em 1974, são contadas duas histórias paralelas. A primeira é a continuação de O Poderoso Chefão. Agora, Michael está mais maduro e ousado no controle da família, e os Corleones tentam expandir seu império atuando na costa leste dos Estados Unidos. O seu foco deixa de ser o contrabando  e passa a ser o jogo, em Las Vegas.

Michael enfrenta a perseguição de outras famílias e do governo federal, que tenta a todo custo trazê-lo à justiça. Paralelamente, o filme apresenta toda a infância e a mocidade de Vito Andolini, que mais tarde seria conhecido como Don Vito Corleone. Em seqüências gravadas na Sicília  e durante a chegada dos imigrantes italianos à Nova Iorque, o filme mostra como Vito se desenvolveu e quais suas motivações, bem como as de diversos outros personagens secundários, como o gângster Clemenza, seu sócio no início da formação do império Corleone.

Veja também:
O Poderoso Chefão
O Poderoso Chefão: Parte 3

Curiosidades

- O Poderoso Chefão: Parte 2 foi a primeira sequência a ganhar um Oscar de Melhor Filme.

Elenco

  • Bruno Kirby
  • Francesca De Sapio.
  • Frank Sivero
  • G.D. Spradlin
  • Gastone Moschin
  • John Cazale
  • Lee Strasberg
  • Michael V. Gazzo
  • Richard Bright
  • Talia Shire
  • Tom Rosgui

Assistir Trailers e Comerciais

Imagens e Fotos



Comentários (13)

Deixar um comentário


André Ribeiro comentou: Fico chateado e me sentindo em outro planeta em dizer isso, mas não gostei muito não de “O Poderoso Chefão: Parte II”. Tentei entender o que praticamente todos viram de extraordinário neste filme, ele é demasiadamente longo demais e com um desenvolvimento lento muito além do necessário, tornando esse segundo capítulo um entretenimento interminável, são 200 minutos que parecem 200 horas! O primeiro filme também é bem longo, mas tinha uma história interessante que prendia a atenção do espectador e conteúdo suficiente para um desenvolvimento com objetividade, foi o que não vi nesse longa. A narrativa do antecessor é impecável e vai direto ao ponto, já nesta sequência conta com momentos entediantes, o que faz ser quase impossível assisti-lo por completo sem dar uma pausa. Michael Corleone (Al Pacino) continua ótimo, porém, não segura o filme sozinho nas costas, a química dele com Don Vito Corleone (Marlon Brando) era o ápice do primeiro longa. Enfim, mesmo mantendo o alto nível de qualidade em direção, edição e atuações, essa segunda parte é sem sombra de dúvidas muito abaixo do esperado em comparação ao que o primeiro filme ofereceu. Nota 5 Responder

Henrique Klein comentou: Muito inferior ao antecessor, porém ainda é bem memorável e impactante. Nota 7 Responder

Senhor Ivan! comentou: Essa segunda parte,eu achei bem mais forte,pelo menos em relação ao primeiro filme.Depois de saber tudo que se passa na "Família Corleone",e o que é responsável,adentramos na história sobre a infância de Don Vito.Uma surpresa de ter visto isso,já que pensei que o filme partiria de onde tinha acabado no primeiro filme.E temos razões para favoritar esse,já que contém Al Pacino novamente,só que bem mais intenso.E Robert DeNiro.Ambos comandam a narrativa,e mostram uma dinâmica excelente.Diane Keaton e Robert Duvall também fazem parte do espetáculo.O interessante é que assistimos um filme com duração de 3:20 e não perceber que o filme passa tão depressa. Nota 8 Responder

joão vinicius comentou: quero ver. Nota 8 Responder

robert comentou: Uma das melhores sequências que eu já vi. Nota 10 Responder

Mauricio Diniz comentou: Quero muito ver... Nota 10 Responder

William Oliveira Kofter comentou: Em relação ao primeiro fica abaixo mesmo assim não perde sua maestria Nota 10 Responder

Kahiky Ferreira Nascimento comentou: é uma obra-prima decai em relação ao primeiro,sim mas ainda assim é muito bom!grande elenco e grande atuação de al pacino Nota 9 Responder

robert comentou: tem gente que fala mal por causa da duração, mas é uma obra-prima indiscutivel eu até acho o primeiro um pouco melhor, mas Coppola merece ser aplaudido de pé e De Niro e Pacino incorporaram seus personagens de maneira incrivel Nota 10 Responder
Daniel respondeu: Wilken vc só se importa com filmes que criticos americanos falam bem ou q ganham premios,nada mais,só pq esse filme faz parte de uma trilogia clássica não que dizer q seja bom,quer ser um bom cinefilo aprenda a pensar por si! 03/06/2013


gislane moreno comentou: poow a duração dele é muito grande Nota 10 Responder

Henrique comentou: Regular poderia ser melhor Nota 7 Responder
Henrique respondeu: Mas é um bom filme 18/12/2012


Daniel comentou: muito longo,e sem grandes mudanças para o terceiro filme,esse filme mostra mais a parte de negociação da máfia! Nota 6 Responder
Daniel respondeu: não enche pra mim principalmente esse da sono! 27/01/2013

Daniel respondeu: kkkkk e vc é o q mesmo?um empregadinho de garagem nunca vai passar disso,vc não é nada,só um esquentadinho q se acha o máximo,ve se cresce criança! 03/06/2013


Felipe Mello comentou: Se a primeira parte é o melhor filme do mundo, essa segunda parte é...bem, essa segunda parte também é! Mais madura, mais bem dirigida, estupendamente bem montada e com ainda mais horror na maculação da instituição familiar. Coppola já foi rei! Nota 10 Responder