Confira o pôster animado do filme Invocação do Mal

Publicada em 08/08/2013

Comente


Confira, abaixo, o pôster animado do filme Invocação do Mal:

Antes de existir Amityville, havia Harrisville. Baseado em uma história real, Invocação do Mal narra a investigação empreendida por Ed e Lorraine Warren, mundialmente conhecidos, chamados para ajudar a família Perron, que estava sendo assombrada por fenômenos sobrenaturais.

O longa-metragem é baseado nos arquivos de casos do casal de demonologistas. Obrigados a enfrentar uma entidade demoníaca poderosa, os Warrens se viram presos ao caso mais aterrorizante de suas vidas.
 
Os atores Vera Farmiga (Amor Sem Escalas e A Órfã) e Patrick Wilson (Jovens Adultos e Prometheus) dão vida ao casal Warren, enquanto Ron Livingston (Band of Brothers da HBO) e Lili Taylor (Inimigos Públicos) são os moradores da casa, Roger e Carolyn Perron.
 
Joey King (Amor a Toda Prova), Shanley Caswell (Pânico na Escola), Haley McFarland (da série Lie to Me), Mackenzie Foy (A Saga Crepúsculo: Amanhecer) e a novata Kyla Deaver interpretam as cinco filhas dos Perrons, e Sterling Jerins (Guerra Mundial Z, com lançamento próximo) é a filha dos Warrens, Judy.
 
James Wan (Jogos Mortais e Sobrenatural) dirige um roteiro de Chad Hayes e Carey W. Hayes (A Colheita do Mal). O filme é produzido por Tony DeRosa-Grund, Peter Safran e Rob Cowan, com Walter Hamada e Dave Neustadter como produtores executivos. Membros da equipe de criação de Sobrenatural, o diretor de fotografia John Leonetti, o editor Kirk Morri e a figurinista Kristin M. Burke voltam a trabalhar com o diretor, assim como a diretora de arte de Jogos Mortais, Julie Berghoff. A música é composta por Joseph Bishara.
 
A New Line Cinema apresenta uma produção Safran Company / Evergreen Media Group do filme de James Wan: Invocação do Mal. Com estreia prevista para 13 de setembro, o longa será distribuído pela Warner Bros. Pictures, uma empresa da Warner Bros. Entertainment.
 
 
As informações são da cdn.
 
por Rosa Felix

Comentários (1)

Deixar um comentário


Alan Bitencourt comentou: Tenso. Responder