Diretora de Mulan confirma ausência de músicas no live-action e revela o motivo

Publicada em 15/01/2020

Comente


Diretora de Mulan confirma ausência de músicas no live-action e revela o motivo
Foto: Divulgação/Disney

No ano passado, quando foram lançadas as primeiras informações sobre o live-action de Mulan, muito foi discutido a respeito do corte de importantes músicas da franquia. Agora que o filme está prestes a ser lançado, sua diretora, Niki Caro, confirma que seu projeto não se trata de um musical, e justifica a ausência das canções:

"Voltando à questão do realismo, não tendemos a cantar quando entramos em guerra. Não que eu esteja dizendo algo contra a animação. As músicas são brilhantes, e se eu pudesse apertá-las dentro [do live-action], eu faria. Mas honramos a música da animação de uma maneira muito significativa. Eu acho que isso é a maior coisa para mim ao fazer - refazer - um título icônico como Mulan em live-action. É o fato de que pode ser real, e é a verdadeira história de uma garota que está entrando em guerra."

Na mesma entrevista ao Digital Spy, Caro também que a equipe optou por deixar Mushu de fora dessa versão e explica o porquê:

"Acho que todos podemos afirmar. que Mushu é insubstituível. O clássico animado se destaca por conta própria. Neste filme, há um representante da criatura - uma representação espiritual dos antepassados, e mais particularmente do relacionamento de Mulan com o pai dela... Mas uma atualização de Mushu? Não."

Sem músicas, sem Mushu e com maior fidelidade à história original chinesa, o filme chega aos cinemas em 26 de março de 2020 nos cinemas do Brasil.

Até lá, leia mais sobre o live-action de Mulan no Cinema10.

Por Karoline Póss

Comentários (0)

Deixar um comentário


Nenhum comentário, ainda. Seja o primeiro a comentar!