James Gunn revela que Velma era lésbica no roteiro original, mas foi vetado pelo estúdio

Publicada em 14/07/2020

Comente

James Gunn revela que Velma era lésbica no roteiro original, mas foi vetado pelo estúdio
Foto: Divulgação/Warner Bros. Pictures

Tony Cervone, produtor da animação Scooby-Doo Mystery Incorporated, revelou recentemente que Velma foi escrita como uma personagem lésbica e está em relacionamento amoroso com Marcie, outra personagem da animação. 

Os rumores originais eram de que Velma era bissexual, associando a tendências românticas que tinha com o protagonista Salsicha em filmes anteriores da franquia, incluindo o live-action de 2002, escrito por James Gunn.

Quando perguntado sobre isso, o roteirista revela que havia criado Velma como uma personagem abertamente lésbica no seu filme, quando trabalhou no roteiro ainda em 2001, mas que os rascunhos foram vetados pelo estúdio. O filme foi lançado em 2002 e traz Linda Cardellini no papel de Velma.

James Gunn revela que Velma era lésbica no roteiro original, mas foi vetado pelo estúdio

No Twitter, ele diz: "Em 2001, Velma era explicitamente gay em meu roteiro inicial. Mas o estúdio continuou diluindo e diluindo, tornando-se ambíguo (a versão filmada), depois nada (a versão lançada) e finalmente tendo um namorado (a sequência)."

A questão da ambiguidade perdida trata-se de uma cena deletada do primeiro filme que mostrava Velma possuída dançando com um grupo de garotas na frente de Daphne (Sarah Michelle Gellar). No segundo filme, Monstros a Solta, ela ganha um par romântico masculino, Patrick Wisely (Seth Green), curador de um museu, ocultando a sexualidade original da personagem.

Leia mais sobre Scooby Doo no Cinema10.

Por Karoline Póss

Comentários (0)





Nenhum comentário, ainda. Seja o primeiro a comentar!