Mark Hamill confirma que famosa fala de Uma Nova Esperança foi improviso

Publicada em 14/06/2020

Comente

Mark Hamill confirma que famosa fala de Uma Nova Esperança foi improviso
Foto: Divulgação/Lucasfilm

Mark Hamill, ator conhecido principalmente por sua performance como Luke Skywalker na franquia Star Wars, comumente usa as redes sociais para conversar com seus fãs e, nesta semana, esclareceu uma dúvida que muitos tinham.

No Episódio IV: Uma Nova Esperança, o primeiro filme oficialmente lançado da saga, Luke se vestiu de stormtropper para, com a ajuda de Han Solo (Harrison Ford), resgatar a Princesa Leia (Carrie Fisher). 

O rumor afirmava que a fala "I can't see a thing in this helmet" (não consigo enxergar com esse capacete, em tradução livre) foi um improviso do ator, e Mark Hamill confirmada. Confira a conversa no print abaixo:

Mark Hamill confirma que famosa fala de Uma Nova Esperança foi improviso

A imagem compartilhada pelo fã Brian dizia: "Mark Hamill disse isso a Harrison Ford quando achou que as câmeras já haviam sido desligadas. Entretanto, eles decidiram manter [a fala no filme]".

Mark responde: "Não estava no script, mas eu disse sabendo que as câmeras ainda estavam rodando. Eu sabia que isso não importava, porque eu estava com o capacete e ninguém podia ver meu rosto de qualquer maneira. Todo mundo gostou, então George me deixou manter a linha nas tomadas subsequentes. #HistóriaReal"

Esse é mais um dos improvisos aprovados por George Lucas: o "eu sei" usado por Solo para responder ao "eu te amo" de Leia também foi uma sugestão criativa de Ford na época.

Escrito e dirigido por George Lucas, Star Wars: Episódio IV - Uma Nova Esperança foi lançado originalmente nos cinemas em 25 de maio de 1977 sob o nome unicamente de Guerra nas Estrelas e é o filme que marca não só o início da saga Star Wars no cinema, mas de toda uma popularização e reinvenção da ficção científica e dos fandoms. 

Leia mais sobre o sucesso de Star Wars no Cinema10.

Por Karoline Póss

Comentários (0)





Nenhum comentário, ainda. Seja o primeiro a comentar!