Rachel Weisz deve provar que o Holocausto existiu em Denial

Publicada em 16/06/2016

Comente



Rachel Weisz e a escritora Deborah E. Lipstadt

Uma história real, quase inacreditável, vai chegar aos cinemas em breve, com Rachel Weisz no papel principal. Denial conta história da autora Deborah E. Lipstadt, que em certo momento de sua vida se viu em um tribunal tendo que provar que o Holocausto aconteceu mesmo.

A autora publicou em 1993 o livro Denying the Holocaust, no qual ela analisa o crescente movimento de opinião pública que nega a existência do Holocausto durante a Segunda Guerra Mundial. 

Após a publicação, a autora foi processada na Inglaterra por difamação. E, segundo a lei naquele país, cabe ao acusado provar sua inocência, não ao acusador provar a culpa. Daí a história retratada no filme: a autora teve que se provar inocente da acusação de difamação reunindo provas de um dos maiores massacres realizados na história da humanidade.

O Holocausto matou pelo menos 6 milhões de judeus durante a ocupação nazista na Europa, na Segunda Guerra Mundial - 1 milhão deles nos campos de concentração que a Alemanha espalhou pelo continente.  

No elenco, além de Weisz, Timothy Spall  e Tom Wilkinson intepretam o historiador que a processa e o advogado que a defende, respectivamente. Confira o trailer da produção, que ainda não tem data para chegar ao Brasil.

Confira nossa seção sobre filmes sobre o Holocausto

Por Fabíola Cunha

Comentários (0)

Deixar um comentário


Nenhum comentário, ainda. Seja o primeiro a comentar!