Saul Zaentz, produtor de Um Estranho no Ninho e Amadeus, morre aos 92 anos

Publicada em 04/01/2014

Comente

Saul Zaentz, produtor que levou o Oscar de Melhor Filme por Um Estranho no Ninho (1975), Amadeus (1984) e O Paciente Inglês (1996), morreu aos 92 anos em San Francisco, na Califórnia, nesta sexta-feira (3). Segundo a revista The Hollywood Reporter, Zaentz faleceu por complicações do mal de alzhaimer.
 
"Ele era um homem extraordinário", disse o produtor Paul Zaentz, sobrinho de Saul, com quem trabalhou por 37 anos. "Ele tinha muita coragem e integridade."
 
Nascido em 28 de fevereiro de 1921, Zaentz iniciou a carreira como produtor musical. Trabalhou em turnês de grandes nomes do jazz, como Duke Ellington e Dave Brubeck, e foi responsável pela gravadora que lançou o Creedence Clearwater Revival.
 
Já no cinema, Zaentz também produziu a versão animada de O Senhor dos Anéis (1978) e a adaptação A Insustentável Leveza do Ser (1988). O último trabalho de Zaentz foi em Sombras de Goya (2006), novamente ao lado de Milos Forman, diretor de Um Estranho no Ninho e Amadeus.
 
Em 1996, o produtor recebeu o prêmio Irvig G. Thalberg da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. Também foi premiado com pelo Sindicato dos Produtores, em 1997, com um prêmio honorário.
 
Zaentz deixa quatro filhos e sete netos.
 
Por Gabriel Azevedo

Comentários (0)





Nenhum comentário, ainda. Seja o primeiro a comentar!