Desejo de Matar tem estreia adiada para 2018

Publicada em 06/10/2017

Comente


Bruce Willis Charles Bronson
Bruce Willis e Charles Bronson

Após o terrível massacre em Las Vegas, onde um homem de 64 anos matou 59 pessoas e feriu outras 500 no último dia 1º, os estúdios de cinema estão repensando os lançamentos de filmes e séries que contém violência com armas de fogo.

Primeiro foi O Justiceiro, série da Netflix que mostra o personagem da Marvel armado até os dentes para saciar sua sede de vingança. A série ia ganhar um painel de destaque na Comic Con de Nova York, mas devido aos acontecimentos, o painel foi cancelado.

Agora é a vez de Desejo de Matar, filme ultra-violento de Eli Roth, com Bruce Willis. A produção ia estrear no final de novembro nos Estados Unidos, mas foi adiada.

A nova data de lançamento nos EUA é 2 de março de 2018. A MGM alegou que a semana de Ação de Graças, data popular por lá para lançamento de filmes, está muito concorrida, mas o site Collider deu o veredito: Hollywood não quer mostrar homens brancos e idosos matando pessoas com armas depois do que aconteceu em Las Vegas. Não por algum tempo. 

Protagonizado por Charles Bronson em 1974 (com mais quatro sequências não tão marcantes ao longo de duas décadas) o longa marcou uma era de filmes sobre homens comuns que viram justiceiros. 

O filme original contava a história de um pacato cidadão que decide promover um banho de sangue vingativo após o assassinato de sua esposa e agressão sexual contra sua filha, em Nova York.  

Confira o trailer legendado! 

Saiba mais sobre o remake Desejo de Matar ou veja nossa seção de filmes sobre crime

Por Fabíola Cunha

Comentários (0)

Deixar um comentário


Nenhum comentário, ainda. Seja o primeiro a comentar!