House of Cards é cancelada, paralisa produção e Kevin Spacey perde homenagem do Emmy

Publicada em 31/10/2017

Comente


house of cards
Spacey e Robin Wright (ao fundo)

A produção da sexta temporada de House of Cards foi suspensa sem previsão de retorno. Elenco e equipe técnica foram informados nesta terça-feira (31) sobre a decisão. A suspensão segue a divulgação da denúncia de que o ator Kevin Spacey assediou o ator Anthony Rapp quando este tinha 14 anos (e Spacey 26) em 1986.


Kevin Spacey e Anthony Rapp

A Netflix já havia anunciado ontem que a sexta seria a última temporada da série e alega que encerrar a série era uma decisão anterior ao escândalo protagonizado por Spacey: "A MRC e a Netflix decidiram suspender a produção de House of Cards, sexta temporada, por um período indefinido, para termos tempo de rever a situação atual e lidar com a preocupação de nossa equipe".

A sexta temporada estava sendo gravada em Baltimore, Maryland. Spacey não estava no local quando a denúncia de Rapp foi divulgada. A produção tinha previsão de mais 13 episódios a serem lançados no meio de 2018, mas a data de lançamento agora é incerta e deve ser adiada. 

Spacey não receberá uma homenagem na cerimônia dos prêmios Emmy internacionais devido à denúncia. A revelação causou comoção nas redes sociais, muito pela resposta equivocada de Spacey, que usou seu comunicado sobre o assunto também para assumir a homossexualidade.

Rapp relatou que foi convidado por Spacey para uma festa em seu apartamento, quando tinha 14 anos (e Spacey 26). Bêbado, o vencedor de dois Oscars teria pego Rapp no colo, o colocado na cama e deitado sobre ele: "Ele estava tentando me seduzir. Eu tinha noção de que ele estava querendo investir em mim sexualmente", disse Rapp.

O então adolescente disse que conseguiu sair do quarto e escapar do ataque. Ele disse que se sentiu motivado a revelar o ocorrido após o escândalo envolvendo o produtor de cinema Harvey Weinstein, que é acusado de agressão sexual por mais de 50 mulheres - em um movimento de vítimas que se uniram para enfrentar o silêncio cúmplice que é regra em Hollywood.

Spacey emitiu um comunicado em que diz não lembrar do que ocorreu e pede desculpas a Rapp. O ator causou furor nas redes sociais por ter usado a nota também para assumir sua homossexualidade, algo que nunca havia feito publicamente. 

Muito já se insinuou sobre a orientação sexual de Spacey, que se recusa a falar sobre sua vida pessoal. Porém, o ator acabou misturando algo perfeitamente saudável (assumir sua orientação sexual) com um comportamento predatório (que nada tem a ver com orientação sexual). 

Confira trailer de House of Cards:

Saiba mais sobre House of Cards ou veja nossa seção de séries de drama

Por Fabíola Cunha

Comentários (0)

Deixar um comentário


Nenhum comentário, ainda. Seja o primeiro a comentar!