10 produções em stop-motion que você PRECISA assistir

Publicada em 30/11/2018 às 22:46

Comente


Stop-motion

Animações em stop-motion são extremamente populares e não é à toa: por trás das produções, há todo um trabalho que envolve muita arte, técnica e principalmente paciência, mas o resultado é sempre maravilhoso. Confira nessa publicação 10 filmes que marcaram o gênero:  

Coraline e o Mundo Secreto 

A animação de 2009 é baseada no livro homônimo de Neil Gaiman e tornou-se referência no cenário dos filmes em stop-motion, com até mesmo uma indicação ao Oscar de melhor filme de animação do ano. Na história, Coraline está cansada da ser ignorada por seus pais, sempre muito ocupados com o trabalho, e ao explorar sua nova casa acaba encontrando versões atenciosas de seus pais, mas com botões no lugar dos olhos: para ficar para sempre ali, precisaria trocar os seus olhos por botões. A garota nega, mas ao voltar para a sua casa no mundo real, descobre que seus pais foram sequestrados pelas cópias bizarras e parte em uma missão para recuperar sua verdadeira família.  

O Estranho Mundo de Jack 

De 1993, essa incrível animação dirigida por Tim Burton apresenta os estranhos habitantes da Cidade do Halloween, responsáveis por fazer o 31 de outubro acontecer, mas que têm uma missão diferente neste ano: comandados por Jack Skellington, pretendem também cuidar do Natal. Não estando habituados com o significado da festa de 25 de dezembro e nem mesmo tendo a aparência para isso, com uma equipe formada por monstros, fantasmas e lobisomens, as coisas sairão bastante do controle - e é disso que nós gostamos em um bom filme. Mas quem será que irá salvar o Natal da mão desse grupo de loucos assustadores? 

A Noiva Cadáver 

Indicado ao prêmio de melhor animação pelo Oscar, esse filme de 2005 também dirigido por Tim Burton tem uma incrível semelhança com O Estranho Mundo de Jack, retratando mais uma vez personagens sombrios: nesse enredo, um jovem humano chamado Victor vê-se enrascado quando, ao ensaiar seus votos de casamento em uma floresta solitária e escura, desperta uma noiva esquelética, Emily, convencidíssima que havia acabado de ser pedida de casamento. Sem nem deixá-lo explicar o mal-entendido, o leva para o mundo dos mortos, do qual Victor tenta escapar sem sucesso. O que nenhum dos dois esperavam é que, enquanto isso, no mundo dos vivos, o ex-marido e assassino de Emily assume o casamento com Victoria, verdadeira esposa de Victor. Eles precisam agir! 

A Fuga das Galinhas 

Lançado em 2000, o filme passado na década de 50 retrata um grupo de galinhas que conspiram contra os donos da fazenda em habitam e planejam a sua fuga para a liberdade. A popular trama dirigida por Peter Lord e Nick Park é ainda uma analogia a Segunda Guerra Mundial, quando o galinheiro é retratado com cabanas e cercas de arames farpados e as galinhas como os prisioneiros desse campo de concentração galináceo. Com muita inteligência, bom humor e positivismo, esse grupo inicia a sua jornada repleta de obstáculos, mas desistir não é uma palavra que faça parte de seu vocabulário. 

Kubo e as Cordas Mágicas

Nesse filme de 2016, Kubo é um jovenzinho que vive tranquilamente com sua mãe em uma vila pacata no Japão, até um espírito vingativo aparecer em sua vida e deixá-la de cabeça para baixo, tornando-se alvo de perseguição de deuses e monstros: para sobreviver, o garoto precisará encontrar a armadura mágica que foi usada por seu pai, um falecido guerreiro samurai muito respeitado. A produção desse filme é uma arte a parte: só o protagonista conta com 48 milhões de combinações visuais para suas expressões faciais, além de uma das cenas mais complexas do filme ter demorado DEZENOVE SEMANAS para ser finalizada.  

Frankenweenie

Mais um filme de Tim Burton, porque sim. Lançado em 2012, Frankenweenie é um remake do curta metragem homônimo lançado pelo mesmo diretor décadas antes, em 1984. O filme conta a história de Victor Frankenstein, um garoto que ama fazer vídeos caseiros de terror com seu cachorro, Sparky. Desolado após a morte de seu cachorro por atropelamento, usa seus conhecimentos da aula de ciências para trazer seu amigo de volta a vida ao estimular movimentos com o uso de eletricidade, mas as coisas nunca mais serão como antes e, agora, precisa esconder seu cão zumbi para que ninguém descubra seu feito.  

Minha Vida de Abobrinha

Essa sensível animação sueco-francesa de 2015 é um filme de Claude Barras que narra a vida de Icare, mais conhecido pelo apelido Abobrinha, um garoto de apenas 9 anos que é deixado em um orfanato após o falecimento de sua mãe. No novo ambiente e sentindo-se completamente deslocado, ao relacionar-se com as outras crianças do local passará a entender o significado de coisas que antes não faziam sentido para ele, como amizade e confiança - mas, sobretudo, sobre a esperança de poder ser feliz com uma nova família. O filme de 66 minutos foi indicado para o Oscar de Melhor filme de animação em 2017.  

O Pequeno Príncipe

A incrível animação de 2015 é uma adaptação indireta do livro homônimo de Antoine de Saint-Exupéry, traçando uma nova narrativa sobre uma garota que está passando por dificuldades com sua mãe, que deseja que ela madureça rápido demais e não a deixa com tempo nenhum para o prazer: escondida, distrai-se com seu vizinho, um aviador aposentado que lhe conta a história de um menino chamado Pequeno Príncipe, que conheceu no deserto quando seu avião caíra. Enquanto a mãe fica brava com a relação dos dois, a menina aprende muito mais sobre a vida do que qualquer escola poderia lhe ensinar. O filme foi desenvolvido em Paris e produzido em Montreal, no Canadá.  

N?co z Alenky

O único filme da lista com a presença de atores reais combinados a animação em stop motion é essa versão checa extremamente surrealista (e bizarra!) das duas grandes obras do autor inglês Lewis Carroll: Alice no País das Maravilhas e Alice do Outro Lado do Espelho. Com Kristýna Kohoutová no papel da jovem garota, dessa vez Alice não vai ao mundo dos sonhos do País das Maravilhas, mas sim a um retrato mais dark, de pesadelo, onde as criaturas excêntricas e alegres deixam de existir e dão lugar a horrendas versões de personagens já conhecidos, feitos de animais e empalhados que dão muito, mas muito medo: esse filme não é para crianças! 

Rilakumma e Kaoru

Rilakkuma é um personagem bem popular do Japão: pelúcias suas são vendidas a todo o momento, mas chegou a sua vez de aparecer em um seriado totalmente novo e de alcance mundial a ser lançado pela Netflix no próximo ano: a trama mostrará o dia a dia desse ursinho fofinho no apartamento de uma jovem moça chamada Kaoru, com voz emprestada da atriz japonesa Mikako Tabe. Kiiroitori, seu passarinho de estimação, e um pequeno filhote de urso branco chamado Korilakkuma, que apareceu do nada, completam o time de moradores dessa casa super agitada, sempre cheia de deliciosas comidas e muito acolhimento. Ao todo serão 13 episódios, esperados para serem lançados em 19 de abril de 2019.  

Por Karoline Póss 


Mais matérias...

Comentários (0)

Deixar um comentário


Nenhum comentário, ainda. Seja o primeiro a comentar!