Ator de Criminal Minds é demitido após agredir roteirista da série

Publicada em 13/08/2016

Comente


Thomas Gibson
Thomas Gibson

O ator Thomas Gibson teve um dia de fúria nos sets de Criminal Minds e acabou demitido após chutar um roteirista do programa. A CBS fez o anúncio da demissão e informou que ainda estão sendo tomadas decisões criativas para retirar o personagem da série. 

Gibson estava dirigindo um dos episódios quando agrediu o roteirista, que denunciou o ator e diretor. Gibson alegou que a atitude foi uma retaliação contra a agressivade do roteirista. Ou seja, ele não negou ter chutado o colega de trabalho: 

 

Gibson divulgou um comentário sobre sua demissão: “Eu amo Criminal Minds e pus meu coração e alma nesse show por 12 anos. Esperava permanecer até o final, mas isso não será possível agora. Eu gostaria de agradecer os roteiristas, produtores, atores, nossa maravilhosa equipe e, o mais importante, os melhores fãs que um show poderia ter".

Segundo o site The Wrap, fontes que viram o incidente nos sets disseram que o roteirista não sofreu contusões, hematomas ou qualquer tipo de ferimento. 

Gibson apareceu em 225 episódios da série, que está no ar desde 2005. Ele interpretou Aaron Hotchner, o chefe da unidade do FBI responsável pela análise comportamental dos criminosos. 

Saiba mais sobre Criminal Minds ou veja nossa seção de séries de crime.

Por Fabíola Cunha

Comentários (0)

Deixar um comentário


Nenhum comentário, ainda. Seja o primeiro a comentar!