BAFTA culpa indústria cinematográfica por falta de diversidade nas premiações

Publicada em 07/01/2020

Comente

BAFTA culpa indústria cinematográfica por falta de diversidade nas premiações
Foto: Divulgação/BAFTA

Foi divulgada nesta terça-feira (07) a lista de indicados ao BAFTA, e a premiação foi duramente criticada pelos internautas pela falta de diversidade, com somente atores e atrizes brancos terem sido indicados aos principais prêmios do evento. 

Marc Samuelson, o chefe do comitê de filmes, disse ao Variety em resposta: "É irritante a falta de diversidade nos nomeados para atuação, e é frustrante que o setor não esteja se movendo tão rápido quanto certamente toda a equipe do BAFTA gostaria".

Todas as 20 principais indicações ao prêmio de 2020 foram para atores brancos, e a falta de diversidade é presente ainda quanto aos gêneros, quando apenas homens foram indicados na categoria de melhores diretores. 

Entretanto, mesmo as mulheres indicadas não escaparam das críticas, com Scarlett Johansson e Margot Robbie, brancas e loiras, indicadas em ambas categorias Melhor Atriz e Melhor Atriz Coadjuvante, Robbie inclusive com duas indicações na mesma seção. 

Embora reconheça que há uma disparidade na diversidade daqueles que lideram os filmes, Samuelson comenta que há "alguns sinais encorajadores" nestes termos. “Tudo o que o BAFTA pode fazer é o que está ao nosso alcance, e é isso que acontecerá e continuará até que não seja mais um problema. Espero que seja isso que está acontecendo seja uma revolução, ainda que mais lentamente do que todos gostariam”, completa sua fala.

A premiação será no dia 02 de janeiro de 2020.

Por Karoline Póss

Comentários (0)





Nenhum comentário, ainda. Seja o primeiro a comentar!