Festival do Rio 2012: confira, aqui, os grandes vencedores!

Publicada em 12/10/2012

Comente

Festival do Rio 2012

Durante 15 dias, de 27 de setembro a 11 de outubro de 2012 (ontem), o Rio de Janeiro foi a capital mundial do cinema. O Festival do Rio apresenta 400 filmes de mais de 60 países, exibidos em salas, arenas, praças e até na praia. A festa começou com Gonzaga, de Pai pra Filho, de Breno Silveira, em noite de Gala no Odeon Petrobras, e seguiu com filmes inéditos, clássicos e raridades. O público de debates com personalidades do cinema nacional e mundial e, também, da premiação.

O ator Jeremy Irons, os diretores Fernando Trueba, Leos Carax, Jonathan Dayton e Valerie Faris (A Pequena Miss Sunshine), Teresa Villaverde, João Pedro Rodrigues e Roland Joffé se fizeram presentes. Filmes como Twix, de Francis Ford Coppola; Lay the Favorite, de Stephen Frears, Magic Mike, de Steven Soderbergh, César deve Morrer, de Vitório e Paolo Taviani, e The Land of Blood and Honey, de Angelina Jolie, estiveram no cardápio de títulos inéditos no Brasil.
 
Foram 20 mostras, entre as tradicionais (Panorama, Premières Brasil e Latina, Midnight Movies etc) e as exclusivas desta edição: Imagens de Portugal (que homenageia os cineastas Manoel de Oliveira, João Pedro Rodrigues e Alberto Cavalcanti), Foco UK (Reino Unido) e uma retrospectiva de John Carpenter, mestre dos filmes de terror. No Cine Encontro, o público conversou com os astros e diretores dos filmes da Première Brasil e, na mostra Geração, crianças e adolescentes aprenderam a magia do cinema.
 
Nesta edição, o cinema saiu das telas convencionais e voltou a espaços que já havia conquistado. É o caso da mostra Cinema na Praia, que abriu com Pleasure Garden, primeiro filme de Alfred Hitchcock, de 1926, que foi exibido em Copacabana, com a trilha sonora original tocada pela Orquestra Sinfônica Brasileira Jovem. As mostras especiais levaram sessões de cinema para o Complexo do Alemão, Vila Cruzeiro, Cidade de Deus e até ao recém inaugurado parque de Madureira.
 
Enquanto o público se deliciou com os filmes já prontos, no RioMarket, negociaram-se produções futuras. Executivos, diretores, técnicos e roteiristas discutiram como e por que fazer e comercializar cinema, da ideia inicial à exibição. Debateram o mercado audiovisual de hoje e o que se espera para os próximos anos.
 
Mais uma vez, a sede do Festival do Rio está na Zona Portuária, no Armazém 6, com sala de cinema, auditórios, espaços para reuniões e um restaurante debruçado sobre a Baía de Guanabara.
 
Fonte: Site oficial do Festival do Rio 2012.
 
 
O Som ao Redor
Cena do grande vencedor: O Som ao Redor
 
 

E, hoje, podemos divulgar os vencedores dessa bela festa do cinema. Confira-os abaixo:

Melhor Longa de Ficção:
O Som ao Redor, de Kleber Mendonça Filho 
 
Melhor Longa Documentário:
Helio Oiticica, de Cesar Oiticica Filho
 
Melhor Direção:
Eryk Rocha por Jards
 
Melhor Ator:
Otávio Müller por O Gorila
 
Melhor Atriz :
Leandra Leal por Éden
 
Melhor Atriz Coadjuvante:
Alessandra Negrini por O Gorila
 
Melhor Ator Coadjuvante:
Caco Ciocler por Disparos
 
Melhor Roteiro:
O Som ao Redor
 
Melhor Curta:
Realejo, de Marcus Vinicius Vasconcelos
 
Melhor Montagem:
Pedro Bronz e Marília Moraes por Disparos
 
Melhor Fotografia:
Gustavo Hadba por Disparos
 
Melhor Longa de Ficção de Voto Popular:
A Busca
 
Melhor Longa Documentário de Voto Popular:
Dossiê Jango
 
Melhor Curta de Voto Popular:
Zéfiro Explícito
 
por Sihan Felix - @sihanfelix

Comentários (0)





Nenhum comentário, ainda. Seja o primeiro a comentar!