Minha Mãe é uma Peça 3 se torna o filme nacional de maior bilheteria da história

Publicada em 22/01/2020

Comente


Minha Mãe é uma Peça 3 se torna o filme nacional de maior bilheteria da história
Foto: Divulgação/Downtown Filmes

Minha Mãe é Uma Peça 3, mais recente filme da franquia escrita e protagonizada por Paulo Gustavo (Vai Que Cola), acaba de quebrar um novo recorde ao se tornar o filme nacional de maior bilheteria da história de todo o cinema brasileiro.

Até então, o recorde era mantido pelo longa Nada a Perder, cinebiografia do bispo Edir Macedo que foi lançada em 2018. e arrecadou R$ 120 milhões em bilheterias. Segundo a Downtown Filmes, distribuidora de Minha Mãe é uma Peça, o terceiro filme da saga já marca R$137,9 milhões com menos de um mês em cartaz. Ao todo, quase 9 milhões de ingressos foram vendidos. 

No novo filme, Dona Hermínia (Paulo Gustavo) está ainda mais louca conforme sua família cresce: Marcelina (Mariana Xavier) está grávida, e Juliano (Rodrigo Pandolfo) acaba de anunciar seu casamento.  A direção do filme é assinada por Susana Garcia, e Paulo Gustavo afirma que esse é o filme mais político de sua carreira.

O terceiro flme segue em cartaz por tempo indeterminado, e o valor arrecadado ainda pode subir um pouco mais.

Leia mais sobre Minha Mãe é Uma Peça 3 no Cinema10 para saber tudo sobre esse grande sucesso do cinema nacional.

Por Karoline Póss

Comentários (0)

Deixar um comentário


Nenhum comentário, ainda. Seja o primeiro a comentar!