Música Reis e Ratos, de Caetano Veloso, terá download gratuito

Publicada em 31/01/2012

Comente

Será lançada hoje, 31 de janeiro, a música Reis e Ratos, composição de Caetano Veloso feita especialmente para o longa homônimo de Mauro Lima. É a primeira vez que Caetano lança um single com download gratuito.

As versões de Bebel Gilberto (que aparece no filme na personagem de uma crooner cantando numa boate da década de 60) e de Thalma de Freitas também estarão disponíveis, todas no site www.reiseratosofilme.com.br.

Interpretada partes em inglês e outras em português, a letra tem trechos como “Todos são iguais / Eu sou apenas aquela que lava os seus pratos / Homens, eu sempre pensei ou são reis ou são ratos”.

O filme tem no elenco Selton Mello, Rodrigo Santoro, Cauã Reymond, Rafaela Mandelli, Octávio Muller, Seu Jorge, entre outros e estreia no dia 17 de fevereiro.

Ficha técnica

Musica: “Reis e Ratos” versão Caetano
Autor: Caetano Veloso
Caetano Veloso (Interprete)
Daniel Jobim (piano)
Cezar Mendes (violão)

Musica: “Reis e Ratos” versão Bebel
Autor: Caetano Veloso
Bebel Gilberto (Interprete)
Daniel Jobim (piano)
Pedro Baby (violão)

Musica: “Reis e Ratos” por Thalma
Autor: Caetano Veloso
Thalma - voz e arranjo vocal
Cezar Mendes - violão
Jonas Sá - Programações, celeste e 8 bit

Cena inicial. Estado do Rio de Janeiro, 1963. Um coreto no centro de um pequeno município explode no exato momento da abertura de uma gincana local. O alvo do atentado é uma cantora de boate, cuja presença é uma das tarefas da efeméride anual. A mulher, porém, escapa ilesa. Pouco antes do coreto ir pelos ares, ela escuta no rádio do automóvel uma estranha transmissão; o locutor, em transe, revela o plano que pretendia vitimar a ela própria. Esta é a cena inicial de Reis e Ratos. A partir daí o filme conta, através de uma narrativa em flash-back, uma espécie de parábola suja da Guerra Fria. A trama e suas situações conduzem o espectador por entre a atmosfera conspiratória das vésperas do golpe militar de 1964 e seus ecos, nas ruas da cidade e nos corredores da Embaixada Americana.

Reis e Ratos cria uma narrativa obscura e delirante ocorrida numa certa "antessala" dentro do cenário golpista. Tudo é contado pelo ponto-de-vista de um grupo de personagens. Todos são parte integrante ou, de algum modo, ligados à conspiração golpista. São eles: um agente da CIA locado no Rio de Janeiro (Selton Mello), um vigarista, ex-cafetão e viciado em anfetaminas (Rodrigo Santoro), um locutor de rádio (Cauã Reymond), uma crooner de boate (Rafaela Mandelli), um Major da Aeronáutica (Otavio Muller).

Saiba mais sobre o filme Reis e Ratos.

Veja mais notícias sobre Reis e Ratos.

As informações são da CDN - Relações com a Mídia.

Por Laísa Trojaike - @LaisaTrojaike

Comentários (0)





Nenhum comentário, ainda. Seja o primeiro a comentar!