Para não criar problemas com a China, Sony corta cenas de Pixels

Publicada em 27/07/2015

Comente

Quem assistiu ao filme Pixels, sabe que um ataque alienígena destrói diversos monumentos importantes do mundo, como Taj Mahal na Índia e o Monumento a Washington nos Estados Unidos. O que muitos não sabem é que a Muralha da China também seria destruída no longa. Mas um e-mail mudou tudo...
 
Entenda:
No final do ano passado os computadores da Sony sofreram um ataque hacker e inúmeros documentos confidenciais, além de filmes inéditos, foram vazados. A partir destes e-mails, foi descoberta uma mensagem de Li Chow, principal representante da Sony Pictures na China. 
 
Dentre outras coisas, a mensagem dizia: “Embora abrir um buraco na Grande Muralha possa não ser um grande problema, já que é parte de um fenômeno mundial, na verdade é desnecessário, porque não irá beneficiar o lançamento na China em nada. Recomendo, então, que não o façam”, disse Li Chow em relação à cena em que a Muralha seria destruída.
 
A China também foi poupada de uma cena em que seria mencionada como suspeita de um ataque. O país irira receber uma versão especial, mas o responsável pelos lançamentos internacionais da Sony, Steven O’Dell, achou que "peegaria mal" para a empresa.
 
Pixels é estrelado por Adam SandlerKevin JamesPeter DinklageAshley BensonAffion CrockettBrian Cox, Chris Parnell, Jane Krakowski, Jared Sandler, Josh Gad, Lainie Kazan, Michelle Monaghan, Rob Archer, Rose Rollins e Sean Bean. A direção é de Chris Columbus.
 
O filme segue em cartaz nos cinemas nacionais.
 
 
Saiba mais sobre o filme Pixels ou veja mais filmes de comédia.
 
por Rosa Felix

Comentários (0)





Nenhum comentário, ainda. Seja o primeiro a comentar!