Lightyear

Poster do filme Lightyear
Usuários (Média: 3)
Avaliar:
Quero Ver
Favorito Gostei Não Gostei Quero Ver Não Quero Ver

Envie também um comentário

* Comentários contendo qualquer tipo de palavrão, ofensa ou discriminação serão deletados e seu perfil bloqueado.
35 voto s
60 voto s
11 voto s
381 voto s
22 voto s

Sinopse

A história de origem do patrulheiro espacial Buzz Lightyear (Chris Evans), que deu origem ao brinquedo de Toy Story. No filme, Buzz e sua equipe são abandonados em um planeta a 4,2 milhões de anos-luz do planeta Terra.

Através das leis do espaço e tempo, ele tentará encontrar uma forma de voltar para casa. Para isso, contará com a ajuda de um grupo de recrutas e um gato-robô.

Para piorar a dificuldade da missão, eles encontrarão o vilão Zurg que chegou ao mesmo planeta para cumprir um compromisso misterioso.

Veja também:
Toy Story - Um Mundo de Aventuras (1995)
Toy Story 2 (1999)
Toy Story 3 (2010)
Toy Story 4 (2019)

Curiosidades

  • O filme é um spin-off da franquia Toy Story.
  • Em bilheteria, a franquia arrecadou US$ 2,8 bilhões ao redor do mundo.
  • O nome do personagem Buzz Lightyear foi escolhido em homenagem ao astronauta Buzz Aldrin, o segundo homem a pisar na Lua pela missão Apolo 11.
  • No Brasil, quem deu voz ao personagem neste filme foi Marcos Mion.
  • O longa teve um orçamento de US$ 120 milhões.

Assistir Trailers e Comerciais

Imagens e Fotos

Comentários (2)






Fabiana Aparecida Dias comentou: Ruim, não vale a pena assistir. Nota
4 dias atrás | Responder

Amanda Aparecida comentou: Hoje para mais uma rapidinha, vamos falar de Lightyear!

Lightyear é a nova aposta de animação da Pixar, é uma aventura que se passa dentro do universo de Toy Story!

Misturando ação de ficção científica a animação conta a história de origem definitiva de Buzz Lightyear, o herói que inspirou o brinquedo em Toy Story (1995).

O lendário Patrulheiro Espacial depois que em um teste de voo da nave espacial faz com que ele vá para um planeta hostil e fique abandonado a 4,2 milhões de anos-luz da Terra ao lado de seu comandante e sua tripulação. Enquanto Buzz tenta encontrar um caminho de volta para casa através do espaço e do tempo, ele descobre que já se passaram muitos anos desde seu teste de voo. Para complicar as coisas e ameaçar a missão está a chegada de Zurg e seu exército de robôs implacáveis.

Esse é o primeiro filme solo do personagem, narrando seus passos como Patrulheiro Espacial até chegar como o conhecemos hoje.

O filme aproveita para fazer uma exploração no tempo e com uma aventura divertida e cheia de personagens carismáticos entretém os expectadores.

A Pixar sempre se supera no quesito efeitos especiais e esse filme vale muito a pena assistir nas telonas com o 3D, é uma experiência completamente diferente, porem por culpa da pandemia e do streaming existe grande chance desse filme não atingir a bilheteria esperada.

Com a opção de aguardar a estréia do filme no Disney+ o filme pode ter uma arrecadação menor que as projeções o que não quer dizer que o filme é ruim, mas o fato pode vir a impactar nas decisões futuras de criar outros filmes solos de personagens do universo de Toy Story, que sempre foi um universo que gerou grandes bilheterias com seus lançamentos.

Lightyear tem muito a explorar ainda e tem potencial para mais filmes então fica a dica.

A animação segue o estilo das produções da Marvel colocando 3 cenas pós créditos para os fãs ficarem aguardando as piadas e promessas de novidades para o futuro.

Se já viram Lightyear deixem suas impressões no blog também @depoisdasessao
Nota
10 dias atrás | Responder