Jungle Cruise

Poster do filme Jungle Cruise
19 votos
65 votos
12 votos
365 votos
11 votos

Sinopse

Frank (Dwayne Johnson) é o capitão de um barco que trabalha levando pessoas em suas viagens. Os irmãos Lily (Emily Blunt) e McGregor (Jack Whitehall) o contratam para ajudar em uma missão em busca da árvore da vida.

Mas o que parecia uma simples aventura se revela uma experiência perigosa quando eles precisam encarar animais selvagens, além de virarem alvos de caçadores alemães em expedição. Agora o trio precisará se unir para completar o plano e voltar para casa.

Curiosidades

  • O filme é baseado numa das atrações do parque de diversões da Disney, chamada Jungle Cruise. Ela foi inaugurada em 1971 e foi inspirada no filme clássico Uma Aventura na África (1951).
  • A Disney tentava tirar esse projeto do papel desde 2004 e queria lançar esse longa para pegar carona no sucesso de Piratas do Caribe, outra produção do estúdio também baseada numa atração de seus parques.
  • Os atores Tom Hanks e Tim Allen, que são dubladores da franquia animada Toy Story, chegaram a se envolver com o projeto em 2011, quando o roteiro era de Roger S.H. Schulman, de Shrek (2001).
  • O orçamento do longa foi de US$ 180 milhões.

Onde assistir Jungle Cruise?

O filme está disponível em:
Disney+ Disney+

Assistir Trailers do filme

Imagens e Fotos

Array

Comentários (1)






Amanda Aparecida R. Santos comentou: Hoje para mais uma rapidinha, vamos falar de Jungle Cruise!

O filme Jungle Cruise lançado em 2021, foi dirigido por Jaume Collet-Serra, mesmo diretor de Sem Escalas (2014) e com roteiro de Michael Green (V), mesmo roteirista de Logan (2017) e Blade Runner 2049 (2017).

O longa-metragem foi baseado na atração, de mesmo nome, do parque temático Magic Kingdom da Disney Orlando, na Flórida.

O filme conta com Emily Blunt, Dwayne Johnson, Edgar Ramirez, Jack Whitehall, Jesse Plemons, Paul Giamatti, Andy Nyman, em seu elenco.

Novamente por conta da pandemia esse filme foi lançado simultaneamente no cinema e no serviço de streaming da Disney, o Disney+.

Assim como aconteceu com os filmes Cruella e Viúva Negra.

O estilo desse filme lembra muito aos filmes antigos do Brendan Fraser, como por exemplo A Múmia (1999), pela aventura pautada por antigas lendas e o figurino e ambientação de exploração.

Com certeza as técnicas e efeitos estão muito melhores agora, mas a essência de aventura segue a mesma.

Não é demérito nenhum o filme ser considerado um filme de “sessão da tarde”.

O filme tem humor, tem aventura, bons efeitos e com certeza um visual incrível, mesmo que a Amazônia seja bem diferente na realidade do que foi apresentado no filme.

Contudo muito efeito especial, utilizar a tecnologia do 3D e reunir grandes nomes do cinema nem sempre são garantias de sucesso!

Com uma narrativa lenta para um filme de aventura, o desenvolvimento demora a se desenrolar e isso prejudica o filme, porque apesar de interessante a aventura não engrena, mas tem muitos pontos positivos como as interações entre os protagonistas.

A Emily Blunt e Dwayne Johnson, tem muita química juntos, Jack Whitehall é um bom alívio cômico.

Dwayne Johnson funciona muito bem para esses tipos de filmes porque ele consegue encarar uma situações de ação e luta, mas também tem “timing” para o humor.

Os amantes de parques temáticos vão reconhecer que o filme é bem fiel ao que é a atração na realidade e para conferir mais sobre a atração que deu origem ao filme, o Disney+ tem uma série dedicada aos parques temáticos que conta com um episódio especial sobra a atração Jungle Cruise.

Se já viram Jungle Cruise deixem suas impressões aqui no blog também.

Confiram outros comentarios de filmes em https://www.depoisdasessao.com.br/
Nota
Responder